3 de ago de 2010

Sétimo mês do ano

Depois de uma viagem bem louca pra outro estado
(com o reggae da Neguinha pra animar,)
em um encontro com estudantes de todo o Brasil e
uma semana com uma rotina bem fora do comum, a convivência com sotaques e estilos bem diferentes uns dos outros, vozes e sons que se divertiam nas madrugadas,muitas histórias, filas gigantescas e passeios bem divertidos.A volta pra casa com rostos e corpos cansados. A alegria do abraço da mãe e alívio de voltar a dormir na minha cama.

A busca por novas experiências, a necessidade dos amigos e saideiras com eles. Livros clichês e livros bons, muito bons.
'Cadeira de férias' e a rotina menos virtual e mais real possivel.
O dia que, de uma forma não planejada, tornou-se inesquecível.
Pessoas que me marcaram e que não sabem.
Tardes de sono e música.
Email's e sms's bonitos, fofos.
A aceitação própria e a vontade de viver o que quero viver.
Não mais sobreviver.


Tchau, Julho de 2010, Você foi legal comigo.



remanescentes inesquecíveis

Nenhum comentário:

Postar um comentário